Fotos e Vídeos

Projeto de turismo é apresentado na Coxilha Rica

“O que se pretende é o desenvolvimento sustentável do turismo na região, preservando-se o patrimônio histórico-cultural e ambiental. Com certeza irá alavancar o desenvolvimento sócio-econômico da Coxilha.” Flávio Agustini

O Projeto Coxilha Rica, cujo objetivo central é o desenvolvimento sustentável da atividade turística, foi apresentado à comunidade, na manhã desta sexta-feira (7), no salão comunitário da localidade de São Jorge. O trabalho é da Secretaria do Turismo e contou com o apoio das secretarias da Agricultura e de Comunicação Social, da Promotoria do Meio Ambiente, Centro de Ciências Agroveterinárias (Cav), Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), Conselho de Turismo da Serra Catarinense (Conserra) e Polícia Militar Ambiental.

Inscrito e habilitado em 2015 pela Fundação Catarinense de Cultura, através do Projeto Elizabete Anderle, o trabalho da Secretaria de Turismo se desenvolveu durante este ano de 2016, contando com atuação de equipe técnica multidisciplinar, tendo sido desenvolvido levantamento na área de arqueologia, arquitetura, corredores das tropas, meio ambiente e turismo, incluindo levantamento fotográfico e georreferenciamento de mais de 60 pontos.

A apresentação da devolutiva do projeto, ou seja, o que já foi feito até agora, quais serão os encaminhamentos e o que se pretende fazer efetivamente, foi assistida por moradores da região da Coxilha Rica, entre os quais proprietários rurais, empresários do agronegócio e do Turismo, e autoridades. Esteve presente à reunião, o procurador da República, Nazareno Jorgealém Wolff (que também é fazendeiro), o promotor do Meio Ambiente, Renee Braga, o comandante da Polícia Ambiental, Major Adair Pimentel, e o presidente do Sindicato Rural, Márcio Pamplona.