Treinamento inédito de introdução ao mundo das cervejas para mulheres

Treinamento inédito de introdução ao mundo das cervejas para mulheres do Brasil é feito em Lages e alcança a etapa práticaNa brassagem, até a produção, a cerveja artesanal passa pelos processos de cozimento do malte, fermentação, maturação, envase e sanitização

 O Programa Qualifica Mulher Lages exerce uma nova concepção de aperfeiçoamento profissional no município e na região serrana, e inova ao ultrapassar os limites tradicionais ao abrir chances de empregabilidade em inúmeras linhas de segmento simultaneamente: Alimentício, automotivo, elétrico, logístico, hoteleiro, administrativo e cosmético, entre outros. A proposta ajuda as pessoas que vivem em Lages a se atrever e buscar novos rumos de conhecimentos e experiências no mercado de trabalho com êxito e satisfação pessoal e profissional ou, ainda a serem donas do próprio negócio como Microempreendedoras Individuais (MEIs).

As mulheres ganharam um programa específico, idealizado na Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo. O princípio visionário da prefeitura levou à criação do curso inédito no Brasil direcionado a mulheres na produção de cerveja artesanal, em parceria com a empresa lageana Frostbier, pela bagagem do proprietário do empreendimento, mestre cervejeiro e sommelier, Anderson Fabiano Varela. Estas serão as mestras cervejeiras pioneiras no país formadas em Lages.

Anderson é formado na Escola Superior de Cerveja e Malte, em Blumenau, a primeira da América Latina. O empresário é técnico químico, economista e tem pós-graduação em Gestão Empresarial e Tecnologia da Cerveja. A Frostbier é originada em Lages, tem 13 anos de existência e é pioneira mundial na produção de cerveja de pinhão.

As aulas práticas para as cerca de 20 alunas iniciaram na semana passada. A parte teórica e prática andam juntas. A brassagem constitui-se no processo ou efeito de misturar o malte e a água, sob a ação do calor. Na brassagem, até a produção, a cerveja artesanal passa pelos processos de cozimento do malte, fermentação, maturação, envase e sanitização, além de as alunas conhecerem a história da bebida com os principais ingredientes em uma breve explanação sobre cada tipo - malte, lúpulo, água e leveduras.

Os encontros das mulheres aprendizes começaram no início de outubro e seguirão até 5 de novembro na cozinha industrial da Diretoria de Turismo, localizada na avenida Papa João XXIII, bairro Beatriz, acesso ao Petrópolis. Às terças-feiras, pela manhã. O Qualifica Mulher certificará todas as estudantes, e este será o carimbo para o passaporte de oportunidades ímpares, já que o panorama da cerveja artesanal na Serra Catarinense tem atraído olhares do Brasil inteiro.

Simultaneamente, porém, em turma separada, acontecem as aulas para a turma masculina, pelo Programa Qualifica Melhor Lages, nas tardes de terça-feira. São cerca de 20 alunos em aula até 29 de outubro, no mesmo local. “Quando este curso foi lançado, a procura das mulheres pela capacitação foi imensa. O Município se sente privilegiado em presenciar que as medidas tomadas são bem recebidas pelo público. Teremos em breve a diplomação de aproximadamente 40 pessoas que poderão ocupar postos de trabalho ou ser empreendedoras. Lages é generosa com sua gente, e já tem várias marcas de cerveja artesanal, produzidas dentro da cidade com resultados magníficos”, argumenta o prefeito Antonio Ceron. A Frostbier está localizada na avenida Presidente Vargas, nº: 1.178, no Coral.

Texto: Daniele Mendes de Melo

Fotos: Divulgação

 

 

 

Outras informações acesse o site: http://www.lages.sc.gov.br

Prefeitura de Lages